Fechar

Industria



Compartilhar:

RSS

Empresas aéreas e aeroportos da China elevam padrão de tecnologia

Empresas aéreas e aeroportos da China elevam padrão de tecnologia

Companhias aéreas e os aeroportos da China estão migrando para um outro nível de serviços e tecnologias na indústria da aviação. As empresas aéreas passam a adotar inteligência artificial e automação para fornecer uma experiência de autoatendimento personalizada para os passageiros. De acordo com pesquisa da SITA, as transportadoras e terminais aéreos do país apostam nessas tecnologias para expandir serviços móveis e automatizar a jornada. Uma ferramenta chave que está atraindo investimentos é a inteligência artificial. A pesquisa revela que 88% das companhias aéreas e aeroportos planejam avanços em pesquisa e desenvolvimento em tecnologia até 2022 e estão focados em agentes virtuais e chatbots. Esse investimento é um resultado da demanda dos passageiros. A pesquisa mostra ainda que 64% deles gostariam de ter um concierge de viagem digital. Enquanto isso, quase metade (43%) das operadoras aéreas na China tem serviços de atendimento ao cliente por chatbot orientados por inteligência artificial. De acordo com a demanda dos passageiros e disponibilidade das empresas aéreas, os investimentos devem crescer nos próximos anos. Para os viajantes, o autoatendimento atingiu um nível avançado de maturidade, mas uma mudança ainda ocorre à medida que a biometria é adotada. Hoje, 27% dos aeroportos possuem portões de embarque automáticos que usam a biometria. Em apenas três anos isso aumentará para 66%. Até 2022, mais da metade dos termnais tem planos de adotar totens biométricos e seguros para todos os pontos da jornada. As companhias aéreas também estão comprometidas com a implementação de portões de embarque automáticos que usam biometria como método de identificação e 60% planejam usá-los para proporcionar uma experiência segura e melhor aos passageiros nos próximos três anos. Os serviços móveis também são vitais para atender às demandas dos passageiros da China e até 2022, todas as empresas aéreas e 93% dos aeroportos planejam investimentos neles. Serviços como ofertas de companhias aéreas, check-in e notificações de status de voos via celular já são fornecidos por todas as transportadoras. Um quinto também está usando celulares para vender jornais, revistas e serviços de streaming para os passageiros. Os aeroportos também estão investindo em serviços móveis para oferecer uma experiência mais personalizada aos passageiros. Os serviços, incluindo o de notificações sobre status de voo e aeroporto e gerenciamento de relacionamento com clientes estão bem estabelecidos e são oferecidos por até 81% dos aeroportos. Além de manter o passageiro informado e conectado via celular, os terminais da China também facilitam os pagamentos móveis. Cerca de três quartos deles permitem que os passageiros comprem serviços aeroportuários e façam pagamentos via celular. Este serviço personalizado se confirma como uma ferramenta vital para os viajantes da China. O relatório destaca que a tecnologia blockchain é outra área importante de investimento para as companhias aéreas. Hoje, apenas 24% utiliza a tecnologia, mas isso deve saltar para 80% até 2022, estando de acordo com as tendências e compromissos recentes no país.



SAIBA MAIS

Industria

30/07/2019


Airbus inaugura unidade para produção de satélites em quantidade A OneWeb Satellites, uma joint venture da OneWeb e da fabricante europeia Airbus, inaugurou a primeira instalação do mundo para a produção em grande quantidade e em alta velocidade de satélites avançados para levar conexão de internet transformadora para todos em todos os lugares. Historicamente, satélites são construídos sob medida, custando dezenas de milhões de dólares para serem produzidos e mais de um ano para a conclusão de apenas um.


Industria

30/07/2019


Após paralisação da Avianca oferta de voos domésticos recua ao nível de 2010 A aviação doméstica brasileira registrou em junho uma retração de oferta de 9,20% em relação ao mesmo mês de 2018. O resultado, muito semelhante ao de maio (-9,17%), é o terceiro negativo em sequencia neste ano. Até março o setor viveu um ciclo de expansão continuada de 21 meses para o indicador. Em valores absolutos, a oferta de junho foi a mais baixa para a série do mês recuando até 2010.


Industria

30/07/2019


Boeing anuncia doação ao Instituto Ayrton Senna para beneficiar 2 milhões de estudantes A fabricante norte-americana Boeing anunciou que investirá na parceria com o Instituto Ayrton Senna para impulsionar a educação integral nos próximos três anos. Os fundos de investimento do programa, que vai ajudar mais de 2 milhões de crianças em idade escolar e jovens com uma educação de qualidade que constrói as habilidades necessárias. 


Industria

30/07/2019


Empresas aéreas já anunciaram mais de 95% dos novos voos a partir de São Paulo Companhias aéreas integrantes do programa de novos voos a partir do Estado de São Paulo já anunciaram mais de 95% do compromisso total de 490 novas partidas semanais até o fim de 2019, após o governo paulista ter reduzido a alíquota de ICMS sobre o combustível dos aviões de 25% para 12%.



Publicidade