Fechar

Aviação Civil



Compartilhar:

RSS

Qantas antecipa a retirada do Boeing 747-400 da frota

Qantas antecipa a retirada do Boeing 747-400 da frota

A companhia aérea Qantas anunciou como parte das ações para conter na medida do possível a maior crise aérea no transporte aéreo, que surgiu após a pandemia do COVID-19 e o fechamento de fronteiras pelos governos, antecipar a retirada de sua frota de jatos Boeing 747-400 de operação. Planejada para o ocorrer até o final deste ano, o Jumbo saiu de cena depois de fazer o último voo retornando de Santiago para Sydney, no último dia 28 de março. Após um descomissionamento em fases desde 2015, a empresa australiana Qantas manteve cinco aparelhos do tipo em atividade. A capital chilena era um dos poucos destinos designados para o emblemático modelo que por quase 50 anos foi a espinha dorsal da transportadora. 




Publicidade